Conversas Plugadas

17/10/2011 17:28:24

marcio_meirelles_g
O Diretor e Cenógrafo Marcio Meirelles participou do Conversas Plugadas. O nosso Portal transmitiu tudo, ao vivo e com exclusividade.
O projeto Conversas Plugadas recebeu o diretor e cenógrafo Marcio Meirellesna Sala do Coro do TCA. O encontro fez parte das ações de comemoração dos 35 anos do grupo de teatro Avelãz y Avestruz.
Desde a estréia do Avelãz y Avestruz, no Teatro Sesc/Senac Pelourinho, em junho de 1976, instaurou-se uma inovação no teatro baiano.

Uma aventura não apenas estética, mas também comportamental, gerencial e política que refletia o que estava acontecendo na Bahia e no Brasil. Os artistas que integravam o Avelãz y Avestruz naquela época, continuam a fazer a história do Teatro Baiano.

São eles: Maria Eugênia Milet, Hebe Alves, Fernando Fulco, Sérgio Guedes, Sérgio Carvalho, Milton Macedo, Marcio Meirelles, Chica Carelli, entre outros nomes importantes da cena baiana que passaram também pelo grupo, como Pola Ribeiro, Araripe, Célia Bandeira, Marilda Santana e Mary Weinstein.
Em 1989, convidado pelo Instituto Goethe, Marcio Meirelles fez uma montagem de LULU, de Wedekind. A poética de LULU era a mesma desenvolvida pelo diretor com o grupo em seus 15 espetáculos anteriores. Assim, o Avelãz y Avestruz assinou a realização do espetáculo, numa despedida.
Conversas Plugadas - O projeto idealizado pelo TCA tem como objetivo promover o intercâmbio da sociedade, principalmente dos membros da classe artística, com profissionais de grande excelência no campo das artes. A proposta é que esses encontros consigam agregar novas vivências e novos olhares sobre a profissão.

O surgimento deste projeto está alinhado com o foco dessa gestão do Teatro Castro Alves, que alia a promoção de iniciativas desta natureza, aproveitando os espetáculos que passam pelo espaço para promover atividades de formação e desenvolvimento técnico de profissionais do ambiente teatral e artístico do estado.
Já passaram pelo projeto nomes como o do cenógrafo Gringo Cárdia, o produtor Billy Bond, Simone Iliescu e César Augusto, o diretor de teatro francês Philip Boulay, a diretora de arte Vera Hamburguer, a atriz Claudia Raia junto à produção do musical "De pernas pro ar", Yamandu Costa e Hamilton de Hollanda, os diretores de teatro Luiz Marfuz e Fernando Guerreiro, além de muitos outros.